Narciso Martins

Funcional, econômico e principalmente seguro

A primeira coisa a ser pensada em um projeto para uma pizzaria é o forno. Pode parecer óbvio... mas muitos idealizam seus projetos arquitetônicos e "adequam" o forno ao espaço planejado, quando, na verdade, é justamente o contrário! De nada adianta uma linda decoração ou até mesmo uma equipe bem treinada sem que haja m espaço mínimo necessário para o bom desenvolvimento do trabalho. Imagine se o forno não oferecer condições confortáveis e seguras para seus funcionários ou mesmo se for necessária a manutenção deste equipamento antes que se consiga um retorno do seu investimento inicial em sua pizzaria! Seria preciso ao menos uma semana entre resfriamento, reparo e reaquecimento e nisto sua casa estaria sem movimento! Quantos clientes você perderia? O segredo para o sucesso de um negócio como este é, e sempre será, o ferramental adequado!

Nossos fornos contam com exclusiva técnica de camadas isolantes térmicas podendo-se desta maneira construí-lo no meio de um salão, inclusive com mesas a sua volta sem incomodar seus clientes com calor. Por este motivo, foram os únicos fornos em todo o litoral, a passar por vistoria dos bombeiros sendo aprovados com excelência.

Trabalhando em harmonia com o seu ambiente, aproveitando o espaço e o tipo de decoração a ser utilizado, podendo ainda desenvolver modelos e acabamentos exclusivos para cada cliente. Primando a qualidade e um funcionamento perfeito.
Narciso Martins

Agora o melhor forno à lenha, também o melhor forno à gás

O conhecimento de técnicas adequadas para cada tipo combustível do fogo, como lenha ou o gás podem gerar uma melhor performance, economia e maior durabilidade. É importante deixar claro que não trabalho com nenhum tipo de kit pronto ou pré-fabricado como a maioria das empresas da concorrência. O que aumenta a funcionalidade e a durabilidade de nossos produtos, além de ter seu isolamento térmico exclusivo para cada ambiente a ser instalado e possibilitar uma infinidade de acabamentos. Com o sistema correto de isolamento é quase impossível enumerar todas as possibilidades. Já executei trabalhos em parceria com arquitetos e decoradores com acabamentos como pedra, mármore, granito, pintura texturizada, cerâmica, porcelanato, aço inoxidável e até madeira! Além, claro, do tradicional tijolo aparente.

Pense nos benefícios de um forno corretamente isolado que "segure" o calor dentro dele. Isto gera economia de combustível! Na opinião de nossos clientes, esta economia é incontestável em qualquer comparativo com alguns dos fornos apresentados no mercado podendo chegar a um consumo de lenha até 50% menor! Se você imagina que isto tornará projeto mais caro...em um primeiro momento pode até ser, mas veja o custo-benefício e você sentirá a diferença em poucos meses de uso!

No caso do combustível a ser escolhido, tanto o gás como a lenha, exigem sistemas construtivos diferentes para que atinjam o máximo em performance de maneira segura. Para compreender melhor sobre isto é preciso saber como funciona o aquecimento da área refratária na parte interna do forno. Diferente do que se possa imaginar, a chama não aquece o lastro (piso refratário onde colocam-se as pizzas), mas sim as paredes! O forno possui esta forma de meia circunferência (também em material refratário) para poder refletir este calor sempre para o lastro independentemente da posição da chama. Esta "refração" sempre sofrerá uma perda de temperatura, por exemplo: nossos fornos normalmente atingem algo em torno dos 450ºC em suas paredes internas e podem perder de 80 a 100ºC na reflexão para o lastro. Mantendo um lastro com aproximadamente 350ºC, o que com um bom forneiro pode significar uma pizza por minuto!!!

Duvide de sistemas híbridos (ou ditos "flex") e milagrosoas conversões de fornos à lenha para o sistema à gás!
As temperaturas serão diferentes para cada combustível se as dimensões não forem corretas! Um exemplo: fornos híbridos atigem máximos 350ºC em suas paredes internas, que na reflexão deste calor para o piso (lastro) perde parte desta temperatura, não ultrapassando os 270/280ºC. Se colocarmos lenha em sua parte interna podemos até atingir temperaturas maiores, mas possivelmente os acabamentos entrarão em colapso, causando rachaduras ou trincas na área externa!
Segundo fabricantes destes equipamentos nunca poderá ser atingida a temperatura de 450ºC!



Deixe seu comentário